top of page

É inaugurada na Universidade de Marselha a cátedra Eduardo Lourenço

A cátedra Eduardo Lourenço, de Literatura e Cultura Portuguesas, Comércio e Turismo, na Universidade de Aix/Marselha, é inaugurada neste sábado, em Aix-en-Provence, no sul de França.


A criação da cátedra foi anunciada pelo presidente do Instituto Camões, Luís Faro Ramos, em fevereiro passado, tendo-se referido, na ocasião, a Eduardo Lourenço como “um dos melhores intérpretes da literatura portuguesa e da literatura universal”.


A cerimónia em Aix-en-Provence conta com a presença do patrono da cátedra, Eduardo Lourenço, que completa 95 ano no próximo dia 23. Estarão igualmente presentes o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, o presidente do Instituto Camões, e o embaixador de Portugal em Paris, Jorge Torres Pereira.


O programa oficial prossegue nas instalações de Aix-en-Provence, com um almoço com participantes no colóquio sobre “Valorização do Património da Diáspora”, promovido pelo projeto “Pensando Goa”.


Quando do anúncio da cátedra, o autor de “O Labirinto da Saudade. Psicanálise mítica do destino Português” (1978) afirmou-se verdadeiramente surpreendido, e acrescentou: “Uma cátedra basta e chega”. “Já não tenho ânimo nem forças para suportar uma coisa destas”.


Eduardo Lourenço acrescentou de imediato, porém: “Mas gosto muito de Aix como cidade, a cidade de Cézanne”, pintor que “adoro”.


Questionado pela agência Lusa sobre o acompanhamento do trabalho das cátedras da qual é patrono, como a de Bolonha, criada em dezembro de 2007, o ensaísta afirmou que já tem “mais que fazer” com a sua “cátedra invisível”.


Fonte do gabinete do secretário de Estado disse à Lusa que “o contributo da obra de Eduardo Lourenço para a visibilidade da cultura portuguesa em França – e tendo feito a maior parte da sua carreira no sudeste da França, na Universidade de Nice-Sophia Antipolis -, interagiu várias vezes com o Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros da Universidade de Aix/Marselha”.


A cátedra Eduardo Lourenço será dirigida pela catedrática Ernestina Carreira, responsável pedagógica pelo Centro de Estudos Luso-Brasileiros da Faculdade de Artes, Literaturas, Línguas e Ciências Sociais, da Universidade de Aix/Marselha (AMU), constituída em 2012, resultado da fusão da Universidade de Provença com as universidades de Aix-en-Provence e a de Marselha.

 

Fonte: Portugal Digital. «É inaugurada na Universidade de Marselha a cátedra Eduardo Lourenço», 12 de Maio de 2018. https://portugaldigital.com.br/e-inaugurada-na-universidade-de-marselha-a-catedra-eduardo-lourenco/.

4 vues0 commentaire

Comments


bottom of page